Casa da Lola… Mi casa! Su casa!

Cultura, lazer y otras pequeñas cosas

Série: Vinícius de Moraes – Vida

Marcus Vinicius da Cruz de Melo Moraes nasceu no Rio de Janeiro, em 19 de outubro de 1913 na Gávea. Filho de D. Lydia Cruz de Moraes e Clodoaldo Pereira da Silva Moraes. Desde cedo Vinicius de Moraes foi dado a prosas e versos, tal qual seu pai, porém herdou da mãe, ilustre pianista, o talento musical.

Conhecido como Poetinha, Vinicius foi ainda compositor, cronista, teatrólogo e diplomata morando nos Estados Unidos, França e Uruguai. Vinicius popularizou a poesia no Brasil, afinal de contas, quem nunca declamou uma vez na vida um de seus líricos sonetos*?

Soneto de Fidelidade

De tudo, ao meu amor serei atento

Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto

Que mesmo em face do maior encanto

Dele se encante mais meu pensamento

Quero vive-lo em cada vão momento

E em seu louvor hei de espalhar meu canto

E rir meu riso e derramar meu pranto

Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim quando mais tarde me procure

Quem sabe a morte, angústia de quem vive

Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa lhe dizer do amor (que tive):

Que não seja imortal, posto que é chama

Mas que seja infinito enquanto dure

Vinícius de Moraes  e Maria Creuza, com quem se apresentava na Argentina e no Uruguai

Vinícius de Moraes e Maria Creuza, com quem se apresentava na Argentina e no Uruguai

Um apaixonado, Vinícius foi casado nove vezes ao longo de sua vida, teve cinco filhos e eternizou frases tais como:

“A beleza para mim é importante. Eu amei feias lindas, feias interessantes. Namorei muita mulher que eu considero esteticamente de nenhuma beleza, mas eram mulheres interessantes, mulheres que tinha alguma coisa”.

“Me desculpem as feias, mas beleza é fundamental”.

Vinicius-de-Moraes

O poeta era fumante e apreciador de uísque, típico boêmio. Por isso, se faz verdadeira a fala de Carlos Drummond de Andrade a seu respeito: “Foi o único de nós que teve a vida de poeta”.

Se você quer conhecer um pouco mais sobre Vinicius de Moraes sugiro a leitura do livro biográfico “Vinicius de Moraes: o Poeta da Paixão” de José Castello.

*soneto: InfoEscola

Fica a dica

Por Valéria Silva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 16 de outubro de 2013 por em Sala.

Arquivos

Casa da Lola