Casa da Lola… Mi casa! Su casa!

Cultura, lazer y otras pequeñas cosas

Caravana Sereia Bloom

Bem, já é quase meia-noite. Exatamente 23:35! O João está dormindo (pra quem não sabe meu filhote lindo) e eu aproveito para navegar sossegada na internet, deitadinha aqui no sofá da sala. Confesso que o soninho já bateu faz um tempo, afinal hoje foi dia de ver materiais diversos em loja de construção para a reforma do meu apartamento! Agora entendo perfeitamente quando as pessoas dizem que “reforma de apartamento acaba com a gente”. Canseira total!

Estou que nem prego na parede, daqui não saio, daqui ninguém me tira… Pelo menos não, enquanto, estiver navegando, procurando novidades do cenário cultural! Pois é, adoro novidade, notícia fresquinha, pessoas, coisas ou ações que estejam aquecendo o nosso mercado fonográfico, cinematográfica e afins.

Há cinco dias acompanho o lançamento do novo disco da Céu (Caravana Sereia Bloom) e não vejo à hora dela fazer um show por aqui, em São Paulo. Aliás, difícil saber das suas andanças por aí, pesquisei alguma coisa e não fica nada muito claro a respeito dos seus shows. De qualquer maneira, acabei de assistir o clipe “Retrovisor” e deu vontade de me jogar na estrada.

O nome Céu chegou ao meu ouvido pela primeira vez, por uma amiga que curte muito MPB, a Efigênia. Disse que era tipo uma Vanessa da Mata, porém, muito melhor e eu iria adorar. Realmente adorei e hoje rio dessa comparação feita por ela na época. Fui a uma apresentação sua, pela primeira vez em 2010, Virada Cultural, à meia-noite, Praça Júlio Prestes lotadassa (cerca de 20.000 pessoas)! Uma hora da manhã, infelizmente eu não agüentava de vontade de ir ao banheiro e saí, eu lá no meinho, no sufoco mas saí. Valeu à pena, o público se entregou para a cantora no palco. Ela lindíssima em um vestido branco de paetês.

O segundo show, também em 2010, foi no Parque da Independência (pra quem não conhece, aquele do Museu do Ipiranga).  O show começava às 11:00, então, 10:30 eu estava lá. Fiquei grudada na barra de proteção, tirando altas fotos, foi demais e ela simpática toda vida. O público dessa vez foi imensamente menor, mas super valeu, pois pude sacolejar o esqueleto sem medo de ser feliz, já que não estava nenhum pouco apertada.

Agora, resta saber a data dos shows por aqui e torcer pra conseguir comparecer. Por hora, vou curtindo o clipe! É isso aí, agora passou das 12:00 e se não for dormir, viro abóbora, lembrando que o João acorda amanhã cedinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 19 de fevereiro de 2012 por em Sala e marcado , , , , , , , .

Arquivos

Casa da Lola